No passado dia 5 de Abril de 2018, a JSD Distrital de Lisboa continuou o debate sobre Smart Cities, com a organização da 2ª JSD Talks on Smart Cities: As Novas Experiências do Turismo. Neste evento, participaram como oradores-convidados João Sousa Rego, Coordenador de Projeto da Parques Sintra – Monte da Lua, e Fernando Pinto, fundador e CEO da Mobinteg.

Na sua apresentação, João Sousa Rego apresentou o Plano de Salvaguarda do Palácio Nacional de Queluz. Através de protocolo com os municípios de Sintra, Oeiras, Amadora e a Parques de Sintra, desenvolveu-se o Projeto Eixo Verde e Azul que compreende 3 grandes eixos: a) requalificação do rio Jamor e seus afluentes criando um percurso pedonal e clicável desde a Serra da Carregueira até à foz do rio Tejo; b) reabilitação do terreiro do Palácio de Queluz; c) constituição de um parque florestal que una as diferentes quintas e espaços verdes em torno do Palácio.

Este ambicioso projeto, que compreende várias fases até à conclusão, pretende incorporar tecnologia e informação baseada na experiência dos turistas, visitantes e residentes para potenciar e melhorar as visitas, assim como, permitir à gestão do projeto um maior conhecimento dos picos turísticos, garantindo uma gestão integrada da oferta turística com outros equipamentos, em particular com os demais sítios de interesse turístico do concelho de Sintra (ex: Monserrate ou Palácio da Pena). 

Da parte de Fernando Pinto, o foco da apresentação esteve nas soluções que a Mobinteg disponibiliza, em particular, a SMITTY que permite que pontos de interesse comuniquem com os seus cidadãos e turistas através da ligação Bluetooth a pequenos emissores de sinais: os beacons. Quando o utilizador está na proximidade de um beacon, receberá notificações push com conteúdos exclusivos alusivos àquele local, sendo este o narrador da sua própria história.

A par dos pontos de interesse, a SMIITY disponibiliza informação contextual e local, desde notícias, eventos e percursos pedestres, permitindo ainda a partilha destes conteúdos nas redes sociais. Todos os conteúdos são apresentados ao cidadão ou turista na língua do seu dispositivo, o que torna a SMIITY mais completa.

Das apresentações dos dois oradores, concluiu-se o potencial do uso das tecnologias para potenciar a oferta turística das cidades, sendo opinião dos oradores que existe ainda um grande potencial turístico por explorar nos principais pontos turísticos do Distrito de Lisboa. A 2ª Talk sobre Smart Cities da JSD Distrital de Lisboa evidenciou a necessidade de continuar a pressionar as autoridades públicas, de forma a potenciar o aparecimento de novos serviços e aplicações que utilizem a tecnologia e os dados “emitidos” pelos turistas e visitantes para modernizar a oferta turística de Lisboa, tornando-a mais competitiva e atrativa no panorama internacional.