Após as últimas eleições autárquicas (Outubro de 2017), os Vice-Presidentes da JSD Distrital de Lisboa, Andreia Bernardo, David Pereira de Castro e Vasco Teles Touguinha assumiram, em regime de substituição, as vereações dos executivos municipais dos respetivos concelhos: Sintra, Odivelas e Loures.

Andreia Bernardo, Presidente da JSD Sintra, acredita que “a Juventude faz parte de todas as áreas de gestão – um jovem faz parte de um concelho e não de um Pelouro – admitindo que é minha função alertar e nunca deixar esquecidas as preocupações desta faixa etária”, destacando as 3 máximas que entende que um jovem Vereador deve ter na sua atividade: “rigor, trabalho e coerência nas diversas abordagens em pleno executivo municipal, mesmo com uma política de oposição”.

Em termos de principais bandeiras e temas pelas quais se tem batido, a Vice-Presidente da Distrital de Lisboa da JSD destaca “a ativação do Conselho Municipal Jovem, o alerta às deficiências encontradas nos Estabelecimentos de Ensino do Concelho, ou mesmo no reforço do Programa de Habitação Jovem”, refere Andreia Bernardo. 

Em Odivelas, o Vice-Presidente da JSD Distrital de Lisboa e Presidente da JSD Odivelas, David Pereira de Castro, descreve a experiência de “ser Vereador, ainda que em regime de substituição, como é o caso, como uma honra que jamais poderei esquecer. Ter a oportunidade de representar a juventude da minha terra no órgão autárquico de gestão executiva é um privilégio e um desafio que me tem permitido fiscalizar o trabalho do executivo e levantar questões que vão ao encontro com as ansiedades da juventude em Odivelas.

David Pereira de Castro assinala as questões relacionadas com o “Mosteiro de São Bernardo e São Dinis de Odivelas, as decisões tomadas no âmbito da implementação de uma rede “ciclável” no concelho e defesa da criação de mecanismos de apoio a projetos de associações juvenis no âmbito do orçamento participativo” como as principais áreas e temas que têm marcado a sua intervenção no executivo municipal de Odivelas, numa experiência que diz ser “gratificante”. 

Em Loures, o Presidente da JSD Loures e Vice-Presidente da Distrital, Vasco Teles Touguinha, descreve a sua experiência como uma “enorme honra, privilégio e responsabilidade de ter a oportunidade de participar na qualidade de vereador numa reunião de câmara, no caso na Câmara Municipal de Loures, representativa de mais de 200 mil habitantes.” 

Encarando esta experiência como uma “oportunidade para melhorar o Concelho e a vida dos munícipes de Loures”, Vasco Teles Touguinha assinala que propôs uma “recomendação sobre a Educação no Município, bem como propor sob a forma de moção uma posição que a JSD Loures há muito se vem batendo. Conseguimos finalmente fazer aprovar, agora em reunião de câmara, o alargamento do horário das bibliotecas públicas municipais”, refere.